Programa Ibero-Americano para o Fortalecimento da Cooperação Sul-Sul

Países participantes

Mapa Iberoamérica Andorra España Portugal México Jamaica Haití República Dominicana Puerto Rico Cuba Belice Guatemala El Salvador Honduras Nicaragua Costa Rica Panamá Chile Argentina Brasil Guayana Francesa Surinam Guayana Venezuela Colombia Ecuador Perú Bolivia Paraguay Uruguay

Argentina, Bolivia, Brasil, Colombia, Costa Rica, Cuba, Chile, República Dominicana, Ecuador, El Salvador, España, Guatemala, Honduras, México, Nicaragua, Panamá, Paraguay, Perú, Portugal, Uruguay

Antecedentes

O Programa Ibero-Americano para o Fortalecimento da Cooperação Sul-Sul tem a sua origem num mandato do Programa de Ação da XVII Cúpula Ibero-Americana de Santiago do Chile do ano de 2007. Foi aprovado no quadro da XVIII Cúpula de San Salvador em novembro de 2008. A sua implementação realizou-se no primeiro trimestre de 2010. Ao Programa aderiram já 20 países e o seu máximo órgão de governação é o Comité Técnico Intergovernamental, constituído pelos Responsáveis de Cooperação desses 20 países.

Tem por missão Fortalecer a Cooperação Sul-Sul no âmbito Ibero-Americano, promovendo os seus valores e princípios de forma a contribuir eficazmente para o desenvolvimento.

A missão foi determinada tendo em conta o objetivo original do Programa, fiel ao reflexo da atividade do Programa na atualidade, baseando-se nos princípios e nos valores definidos pelos Responsáveis de Cooperação dos seus países membros.

 

Objetivos

  1. Fortalecer as capacidades institucionais dos organismos responsáveis pela cooperação


  2. Melhorar a qualidade da Cooperação Sul-Sul no âmbito Ibero-Americano através da gestão do conhecimento


  3. Posicionar e dar visibilidade à Cooperação Sul-Sul da região no quadro global da cooperação para o desenvolvimento

Ligações

Redes sociais