Cooperação Ibero-Americana: conheça o Programa CYTED

O programa busca contribuir para o desenvolvimento harmonioso da Região Ibero-Americana mediante o estabelecimento de mecanismos de cooperação entre grupos de investigação das Universidades, Centros de I+D e Empresas inovadoras dos países membros.

Cooperação Ibero-americana é o mecanismo através do qual os 22 países que conformam a Ibero-América plasmam os acordos e compromissos políticos assumidos pelos Chefes de Estado e de Governo Ibero-americanos nas Cúpulas em ações específicas.

Para consegui-lo, os governos participam em diferentes iniciativas e programas impulsionando temas relativos a cultura, coesão social e conhecimento, de acordo com suas prioridades nacionais, através da cooperação técnica e financeira, de forma horizontal.

Cyted
O Concurso Científico-Tecnológico do CYTED de 2016 recebeu 127 propostas que contaram com a participação de mais de 1.300 grupos e 5.000 investigadores da região.

O Programa Ibero-Americano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento CYTED, é um dos 27 programas de cooperação ibero-americana.

Foi criado em 1984 através de um Acordo Quadro Interinstitucional subscrito pelos 22 países que formam Ibero-América e incluído como Programa de Cooperação Ibero-americana na V Cúpula, celebrada em San Carlos de Bariloche em 1995.

Sua missão é contribuir para o desenvolvimento harmonioso da Região Ibero-Americana mediante o estabelecimento de mecanismos de cooperação entre grupos de investigação das Universidades, Centros de I+D e Empresas inovadoras dos países membros que pretendem a consecução de resultados científicos e tecnológicos transferíveis para os sistemas produtivos e para as políticas sociais.

Atualmente vinte e um países participam no programa: Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Chile, Cuba, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru,Portugal, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

Veja todos os assuntos